Mordida profunda: tratamento
Mordida profunda

A mordida profunda ou sobremordida é um dos principais problemas enfrentados pela ortodontia. Essa é uma condição muito frequente em crianças. No entanto, adultos também podem apresentá-la. Mas além de comprometer a estética do sorriso. A mordida profunda pode ocasionar em diversos prejuízos à saúde bucal, e são sobre esses problemas que vou falar neste artigo. 

O que é a mordida profunda?

A mordida profunda é um problema em que os dentes superiores cobrem os inferiores. Isso faz com que a arcada dentária superior se feche muito à frente da inferior. Claro que em um certo nível, essa condição é considera normal, como, por exemplo, o espaçamento é de 2 a 3 milímetros. 

No entanto, quando esse espaçamento é maior, o problema é considerado excessivo, sendo necessário realizar o tratamento. Quando a distância é de 3 a 4 milímetros, ocorre a cobertura de mais de um terço dos dentes inferiores, por isso, é preciso fazer o tratamento rápido, para evitar que a mastigação seja afetada. 

Quais os tipos de sobremordida?

Sobremordidas são classificadas em congênita ou adquirida. A sobremordida congênita é uma das mais comuns, sendo resultado de alterações esqueléticas ou dentoalveolares, sendo uma característica hereditária. Já a adquirida pode ser resultado da ação do tempo. 

E também existem a sobremordida horizontal ou vertical. A sobremordida horizontal ocorre devido o aumento da distância desde o bordo incisal dos incisivos superiores até à face vestibular dos incisivos inferiores. Já a segunda, a distância considerada é a que vai do bordo incisal dos dentes incisivos superiores ao mesmo bordo dos incisivos inferiores, perpendicular ao plano de oclusão. 

Por que é importante realizar o tratamento?

Como eu disse anteriormente, a sobremordida não causa apenas problemas de estética. E também pode interferir na saúde bucal e na qualidade de vida do paciente. Alguns dos principais problemas que a sobremordida causa são:

  • Enxaquecas;
  • Desgastes nos dentes;
  • Dores e estalidos na articulação temporo mandibular;
  • Retração gengival;
  • Travamento da mandíbula;
  • Problemas respiratórios;
  • Feridas no céu da boca;
  • Dores de cabeça.

Como tratar o problema?

Portanto, para casos de mordida profunda, é essencial realizar o tratamento ortodôntico. Contudo, muitos pacientes não querem recorrer aos aparelhos fixos devido os incômodos que eles podem provocar. Nesses casos, Invisalign é uma excelente forma de tratamento. Isso porque além de ser totalmente personalizado, ele é também praticamente invisível e pode ser removido para higienização e alimentação. 

Portanto, se você sofre com a mordida profunda e deseja tratar o problema, entre em contato e agende agora mesmo o seu atendimento. 

No Comments
Leave a Reply