Chupar o dedo e chupetas, são conhecidos pelos especialistas como sucção não alimentar. São dois hábitos muito comum na infância, principalmente em bebês que podem trazer diversos riscos à saúde bucal. Mas você sabe quais são eles? Por meio deste artigo nós iremos te explicar.

O hábito de usar chupetas e chupar o dedos são desenvolvidos em crianças por uma necessidade de sucção. A sucção natural ocorre por meio da amamentação, o que já é suficiente para o desenvolvimento dos músculos e movimentos necessários para o hábito da sucção. Portanto, o uso de chupetas pode e deve ser evitado, sendo o ideal deixar a sucção exclusiva para a amamentação pelo menos nos primeiros meses de vida.

Tanto o uso de chupetas como o hábito de chupar os dedos podem causar diversos problemas de oclusão, deixar os músculos dos lábios e da língua mais flácidos e causar alteração na arcada dentária. Alguns desses problemas são: mordida profunda, mordida aberta ou cruzada. Todas essas consequências podem prejudicar a mastigação e a fala.

E quando a sucção não alimentar é inevitável?

Existem casos em que a sucção não alimentar é inevitável, nesses casos o ideal é que os pais escolham chupetas com o chamado bico ortodôntico ou fisiológico, pois o modelo tem um formato semelhante ao bico dos seios e permitem um melhor posicionamento da língua do bebê. Claro que mesmo assim, o uso da chupeta deve ser controlado.

Se esse for o caso do seu filho, é necessário manter a higienização correta da chupeta, esterilizando com água fervente e a chupeta deve ser escolhida de acordo com a idade da criança.

Quando devo retirar a chupeta?

Quanto a retirada da chupeta recomenda-se que isso ocorra antes dos três anos de idade, se possível até dois anos. É recomendado ainda, que os pais levem a criança ao dentista para fazer o acompanhamento do caso, e ele indique como a retirada deve ser feita.

Lembrando que as crianças podem e devem fazer acompanhamento com o ortodontista nos primeiros anos de vida.

E se tiver consequências, como devem ser tratados?

Caso o seu filho tenha consequências com relação a sucção não alimentar, como mordida aberta, profunda, cruzada, o Invisalign é o tratamento ideal. Ele apresenta resultados rápidos, é higiênico, pode ser removido para alimentação e higienização, e por ser desenvolvido de forma personalidade, proporciona muito conforto no tratamento.